quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

The Game of Thrones : Livro 5 - A Dança dos Dragões

Fim do quinto ato! Dragões senhores, finalmente temos dragões. Em um livro perturbador Martin continua provocando seus leitores, movendo as peças no seu  tabuleiro gigante, encerrando alguns mistérios e criando vários outros.

Recordando um pouco da série, por uma decisão editorial o autor acabou dividindo o que seria o quarto livro em dois.  Manteve-se os acontecimentos de Westeros em O Festim dos Corvos e os personagens da Muralha e das Cidade Livres de Essos para o quinto, A Dança dos Dragões. Desta forma os dois livros são cronologicamente paralelos até um pouco depois da metade do quinto, quando as narrativas se juntam novamente e passam a ser uma coisa só.

Quanto terminei de ler o quarto confesso que estava com saudades de Daenerys e Tyrion. Enquanto a Daenerys tenta se manter como rainha de Meereen, a terceira cidade da baia dos escravos, Tyrion é um refugiado pelas cidades livres com a cabeça a prêmio acusado de ser um assassino de familiares.

Daenerys vinha se comportando cada vez menos como criança e cada vez mais como uma rainha, porém quando ela decide dar mais atenção para a cidade do que para os seus dragões ela começa a botar os pés pelas mãos e o ideal de retomar o trono de ferro começa  a ficar esquecido. Em certos momentos chega a dar raiva porque você acaba percebendo onde as decisões dela vão dar. 

Primeira lição do livro: se um dia você tiver dragões cuide muito bem deles!

Na verdade praticamente todo o livro se passa em torno da cidade de Meereen e da rainha dos dragões. Velhos pactos são revelados, guerras estão prestes a acontecer, a cidade está sitiada e cercada por uma praga que assola a população. Dentro das muralhas inimigos secretos matam pessoas inocentes ao velho estilo terrorista.

Quem não está em Meereen está tentando chegar lá, uma lula gigante, um príncipe dornes, um grifo de cabelos pintados e um anão. Todos querem ter com Daenerys e tirar proveito de seu poder.

Tyrion é o que mais viaja nesse livro, em alguns momentos os seus capítulos parecem aulas de história e geografia. Quando ele desce o rio Roine, a história fica cansativa e não rende. Mas passando de Volantis ela engrena de novo e o anão começa a dar seu show (dessa vez literalmente)!

Enquanto isso na Muralha Jon Snow prova que Ygride estava certa, "ele não sabe nada"! Com inimigos dos dois lados da muralha decisões difíceis tem que ser tomadas. Mas essas decisões não agradam a todos e algo drástico precisa ser feito. Afinal a patrulha da noite não toma partido nas guerras do reino. 

Segunda lição: nunca saia de casa sem o seu lobo gigante!

Arya também é um show a parte, os capítulos dela em Bravos são excelentes! É impressionante acompanhar a mudança na personalidade dela e como aos poucos ela vai incorporando os ensinamentos que recebe no templo do Branco e Preto. Ela talvez seja a personagem que mais promete para o próximo livro.

Terceira lição: nunca minta para um sacerdote do Deus de Muitas Faces!

Outros personagens como Bran, Davos e Jaime são muito pouco explorados. Cersei apesar de aparecer somente na metade final do livro em alguns poucos capítulos continua roubando a cena. O capítulo da travessia entre o templo de Baelor e a Fortaleza Vermelha é um dos pontos altos do livro.

De uma forma geral, esse livro me deixou com um receio sobre o caminho da série. A cada mistério revelado dois novos surgem, sendo que alguns estão em aberto desde o primeiro volume, por exemplo: Onde está Benjen Stark? Quem eram os homens que Arya ouviu conspirando no subterrâneo de Porto Real? Que fim levou Sirio Forel? Quem era a mãe de Jon Snow? Esse monte de pontas soltas me fez lembrar o final de Lost, onde muitas coisas não foram explicadas direito. Se Martin conseguir responder a todas essas perguntas nos últimos dois volumes ele se consagra definitivamente, se não será decapitado em praça pública pelo magistrado do Rei ou banido para a Muralha. :-)

Para um livro que foi lançado com tanta pressa no Brasil que acabou chegando as lojas com um capítulo a menos e foi recolhido (não acredita clique aqui), chegar na última página sabendo que vou ter que esperar anos até ler o próximo me deixa uma sensação estranha.

Até lá vamos nos divertindo com a série de tv e rezando pro George R. R. Martin não morrer sem terminar a história!


Se você quiser ler sobre os livros anteriores, clique nos links abaixo:

Livro 4: O Festim dos Corvos
Livro 3: A Tormenta de Espadas
Livro 2: A Fúria dos Reis
Livro 1: A Guerra dos Tronos
Notícias Sobre a série de TV e os livros:  As Crónicas de Gelo e Fogo

_____________________________

2 comentários:

  1. COMO AS COISAS SÃO, HOJE QUE ACONTECEU O INÍCIO DA 3ª TEMPORADA NA TV, FUI DAR UMA OLHADA SOBRE OS LIVROS E ME DEPAREI COM O COMENTÁRIO ACIMA. EXCELENTE POR SINAL,MAS VEJAM A DATA. JÁ ESTOU SEM ESPERANÇAS DE TER UM 6º LIVRO, QUE O AUTOR JÁ DISSE QUE NÃO SAI ANTES DE 2014, QUIÇÁ UM 7º E ÚLTIMO LIVRO. É TERMINAR ESTE COMENTÁRIO COMO O EXPOSTO ACIMA, ESPERAR QUE O AUTOR NÃO MORRA PARA LERMOS O RESTO DA HISTÓRIA COM OS PONTOS QUE FALTAM E O QUE ESTARÁ POR VIR.

    ResponderExcluir
  2. Esta série tem certamente dado muito que falar e usá-lo em seu show foi uma boa estratégia, eu amo Game of Thrones 5, eu não perder nenhum capítulo.

    ResponderExcluir